Bartolion vê algumas imagens entre as rachaduras da prisão e decifra o enigma da caixa

A  |  A+ |  A- Clique para imprimir
Foto: Divulgação Record TV
Foto: Divulgação Record TV

Fasltaff conta a Otoniel que Enrico já foi embora mesmo ferido e voltou para a floresta. Accalon e Enrico procuram pistas do cordão à beira do riacho. Tácitos caminha orgulhoso pela rua, ao lado de Daros e Gregor.

Tácitus se sente animado em fazer parte da busca pelo príncipe. Cedric revela a Severo que sempre o apoiou e que não concorda com as atitudes de Otoniel. Pietra o encara com desconfiança. Na masmorra, Bartolion parece atordoado por causa das lembranças.

Bartolion vê algumas imagens entre as rachaduras da prisão e decifra o enigma da caixa. Cedric diz a Severo que Pietra pode ser uma ameaça para os planos deles. Carmona chora bastante ao lembrar de sua mãe. Tácitus se aproxima, assustado, respeitoso. Carmona disfarça o choro.

Severo manda chamar Fernão e diz a ele que Cedric já sabe que ele está vivo. Otoniel e Mistral ficam pasmos diante de Enrico e Accalon que diz ter visto Severo na floresta. Jacques ouve tudo sem ser visto. Tiana diz a Gonzalo que eles nunca serão nobres e que deve pensar com cuidado se está disposto a enfrentar tudo pelo amor de Brione.

Jacques está furioso diante de Marion e acusa a mãe de ter forjado tudo para que ele se aproximasse do castelo e se tornasse um cavaleiro. Jacques conta a sua mãe que ouviu Enrico dizer que seu pai está vivo. Mistral agradece Accalon por ter socorrido Enrico. Pietra propõe uma aliança a Severo.

Severo encara Pietra, que está firme diante dele. Severo diz à Pietra que ela está propondo uma aliança por causa de sua mãe e que ela quer interrogar Cedric porque imagina que os dois tiveram algum contato no passado. Severo diz que Cedric sempre chamou sua mãe de bruxa. Marion está atordoada diante de Jacques, bastante surpresa com a revelação.

Severo propõe à Pietra que procure por Bartolion e lhe pareça confusa, arrependida de ter fugido. Bartolion entra com Cedric imobilizado e Otoniel e Enrico se surpreende com o que veem. Corinto observa Solimara mexer um caldo. Corinto tenta provar o caldo, mas Solimara lhe dá uma colherada na mão.

Lizabeta tenta conversar com Carmona, sem sucesso. Leocádia conversa com Jacques que está desapontado. Marion acusa Fernão de estar em conluio com Severo. Fernão disfarça. Pietra conta a Biniek que Severo quer que ela engane Bartolion para obter informações da caixa. Biniek diz à Pietra que os dois correm perigo e que serão descartados por Severo assim que ele descobrir informações da caixa. Biniek diz à Pietra que ela deve pedir proteção ao rei, e que Severo é procurado há anos. Pietra fica confusa.

Jacques pede a Enrico que fale sobre as suspeitas de seu pai estar vivo. Otoniel lamenta a Bartolion que ele tenha sido levado à masmorra. Lizabeta pede a Enrico que interceda por Jacques e lembra que ele salvou sua vida. Nodier vai até o quarto de Carmona e diz que se Severo estiver vivo, Jacques será acusado de ter participado de uma conspiração. Jacques entra na sala do trono e encosta sua espada no chão e jura fidelidade ao rei, e diz que não sabia de nada sobre o paradeiro de seu pai.

Fernão vai até a oficina de Joniel e procura por Gonzalo e pede uma encomenda para fazer uma caixa exatamente igual como a que está no desenho. Bartolion revela a Enrico o mistério que diferencia as quatro caixas lendárias. Enrico fica surpreso ao saber que a chave para a caixa de Pietra está no cordão que ele perdeu. Enrico descobre que Pietra é a mulher que sempre procurou. Bartolion diz que mais do que nunca Enrico precisa encontrá-la. Pietra caminha pela floresta até que se depara com Jacques. Pietra pede que a deixe passar e Jacques diz que só a deixa passar se ela contar onde está Severo.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos