Leôncio organiza plano para sequestrar Isaura

A  |  A+ |  A- Clique para imprimir
Foto: Antonio Chahestian / Record TV
Foto: Antonio Chahestian / Record TV

Os quilombolas chegam na fazenda, mas João é informado que os escravos, inclusive Isaura, ganharam a liberdade. Belchior leva o convite para o sarau de Isaura para Perpétua, Gioconda e Gabriel. Leôncio vai ao bordel. Sebastião, Henrique, Helena e Aurora se arrumam para o sarau.

Malvina decide ir à festa comemorar. Leôncio diz a Serafina que quer seus serviços de graça. Branca se irrita com a liberdade de Isaura e ameaça matá-la. Todos festejam a liberdade de Isaura, menos Rosa, que está triste, e Belchior, que fica bêbado. Leôncio conta a Francisco e Martinho que planeja matar Álvaro e sequestrar Isaura.

Álvaro e Isaura recebem amigos e familiares na fazenda para celebrarem a liberdade dos escravos e a união do casal. Rosa fica brava por continuar escrava e Isaura ter conseguido sua carta de alforria. Gioconda sente ciúmes do Cel. Sebastião com Perpétua. Leôncio pede a arma de Francisco emprestada. Isaura se emociona ao tocar piano para os convidados.

Rosa diz a Belchior que vai tentar conquistar Álvaro. Helena sente saudades de Diogo. Branca decide ir ao sarau de Isaura para dizer que está grávida de Álvaro. Geraldo decide ser o advogado de Malvina na separação judicial dela com Leôncio.

Rosa diz à Gioconda que seu pai não a ama. Cel. Sebastião passa mal depois de ouvir desaforos de Rosa a seu respeito. Henrique sente ciúmes de Aurora com Álvaro. Belchior pede conselhos ao Cel. Sebastião para conseguir conquistar mulheres. Tomásia teme que Leôncio apronte algo.

Francisco vende sua arma para Leôncio. Tomásia e Isaura falam de seus sofrimentos. Tomásia diz à ela que sua vingança estará completa quando Leôncio estiver atrás das grades ou morto.

* O capítulo está sujeito a alterações por causa da edição.